Conecte-se conosco

Economia

Já viu se sua restituição foi liberada? Receita paga 1º lote hoje

Publicado

em

A Receita Federal paga hoje o primeiro lote de restituições do Imposto de Renda de 2019. A consulta também estará disponível para quem caiu na malha fina em anos anteriores, de 2008 a 2018, e regularizou a situação.

O dinheiro será depositado na conta bancária indicada pelo contribuinte ao fazer a declaração.

Como checar se sua restituição foi liberada? Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar o site da Receita ou ligar para o Receitafone, no número 146.

Quem recebe antes?

Ao todo, 2.573.186 contribuintes receberão o crédito em suas contas, totalizando R$ 5,1 bilhões em restituições. Segundo a Receita, do total dos contribuintes que receberão nesse lote, 245.552 são idosos acima de 80 anos, 2.174.038 têm entre 60 e 79 anos e 153.596 são contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Quando saem os próximos pagamentos? A Receita Federal libera sete lotes de restituição do Imposto de Renda, de junho até dezembro. A consulta aos lotes é aberta cerca de uma semana antes da data do pagamento.

Veja abaixo o calendário de pagamento deste ano:

  • 2º lote: 15/7/2019
  • 3º lote: 15/8/2019
  • 4º lote: 16/9/2019
  • 5º lote: 15/10/2019
  • 6º lote: 18/11/2019
  • 7º lote: 16/12/2019

Dinheiro tem correção monetária?

O valor da restituição do IR é corrigido pela Selic (taxa básica de juros), mas, após cair na conta, não recebe nenhuma atualização. A correção para o IR 2019 é de 1,54%.

Para restituições de anos anteriores, a correção vai de 7,7% (correspondente a 2018) a 109,82% (correspondente a 2008).

O que fazer se não pagarem?

Caso tenha direito e o valor não tenha sido creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento: 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

FONTE: Site UOL/Economia

Continue lendo
--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.